» 
Arabic Bulgarian Chinese Croatian Czech Danish Dutch English Estonian Finnish French German Greek Hebrew Hindi Hungarian Icelandic Indonesian Italian Japanese Korean Latvian Lithuanian Malagasy Norwegian Persian Polish Portuguese Romanian Russian Serbian Slovak Slovenian Spanish Swedish Thai Turkish Vietnamese
Arabic Bulgarian Chinese Croatian Czech Danish Dutch English Estonian Finnish French German Greek Hebrew Hindi Hungarian Icelandic Indonesian Italian Japanese Korean Latvian Lithuanian Malagasy Norwegian Persian Polish Portuguese Romanian Russian Serbian Slovak Slovenian Spanish Swedish Thai Turkish Vietnamese

definition - demanda

definition of Wikipedia

   Advertizing ▼

synonyms - demanda

demanda (n.) (Brasil)

procura  (Portugal)

demanda (n.m.)

solicitação

see also - demanda

demandar (v. trans.)

continuação

demanda (n.)

pedir, perguntar, requerer fornecimento

   Advertizing ▼

phrases

analogical dictionary








Wikipedia

Demanda

                   
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Março de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Economia A Wikipédia possui o
Portal de Economia e negócios
  Curva da Procura (D1 e D2) e Curva da Oferta (S)

Em economia, demanda, procura, ou "demandada" é a quantidade de um bem ou serviço que os consumidores desejam adquirir por um preço definido em um dado mercado, durante uma unidade de tempo.

A demanda pode ser interpretada como procura, mas nem sempre como consumo, uma vez que é possível demandar (desejar) e não consumir (adquirir) um bem ou serviço. A quantidade de um bem que os compradores desejam e podem comprar é chamada de quantidade demandada.

A quantidade demandada depende de variáveis que influenciam a escolha do consumidor pela compra ou não de um bem ou serviço: o seu preço, o preço dos outros bens substitutos ou complementares, a renda do consumidor e o gosto ou preferência do indivíduo. Para estudar a influência dessas variáveis, considera-se separadamente a influência de cada uma nas decisões do consumidor (condição coeteris paribus).

Como a demanda é o desejo ou necessidade apoiados pela capacidade e intenção de compra, ela somente ocorre se um consumidor tiver um desejo ou necessidade, se possuir condições financeiras para suprir sua necessidade ou desejo e se ele tiver intenção de satisfazê-los.

Sempre que damos prioridade para o consumo de alguma coisa em detrimento de outra, estamos demonstrando um desejo. O desejo é a maneira específica na qual buscamos a satisfação de nossa necessidade.

A demanda sempre influencia a oferta, ou seja, é a demanda que determina o movimento da oferta. Por isso, para as empresas, além de identificar os desejos e as necessidades de seus consumidores, é muito importante identificar a demanda para um determinado produto ou serviço, pois é ela que vai dizer o quanto se comprará da oferta que a empresa disponibiliza no mercado. Isto é, quem e quantos são os consumidores que irão adquirir o produto ou serviço.

Índice

  Função procura

O auxílio da matemática é de grande valia, visto que uma função significa qualquer relação, hipotética ou real, entre variáveis. Na Teoria Econômica a função oferta, também chamada de demanda, desempenha um papel muito importante e se inclui eu um conjunto de outras relações fundamentais, como a função de produção, a função oferta e a função de custo. A função procura é a relação existente entre a procura de um bem ou serviço e os varios factores determinantes da procura desse mesmo bem ou serviço. Numa linguagem matemática, podemos representar a relação que identifica a função procura pela seguinte equação:

Q = -a1PX +a2PS -a3PC +a4EP +a5R +a6POP +a7PUB +a8FE


Sendo que:

Q é a quantidade procurada.


Ponderadores

a1, a2, a3, a4, a5, a6, a7, a8, são as ponderações dos diversos determinantes da procura, chama-se à atenção para o facto dos sinais (+/-) dos ponderadores, que indicam o efeito positivo (+), ou negativo (-), na procura.

Determinantes:

PX é o preço do bem (-). PS é o preço de bens substitutos (+). PC é o preço de bens complementares (-). EP corresponde às expectativas sobre preços futuros. R é o rendimento dos consumidores. POP corresponde à dimensão do mercado, população (+). PUB corresponde os gastos em publicidade (+). FE são os factores específicos de cada bem, por exemplo, frio no caso da venda de aquecedores.

  A Demanda Individual e a Demanda de Mercado

A demanda de mercado é a soma de todas as demandas individuais, que são a quantidade demandada a cada preço por cada um dos compradores. Por isso, a curva de demanda de um mercado é determinada somando-se horizontalmente as curvas individuais de demanda.

  Elasticidade da Demanda

Para a lei da demanda, coeteris paribus, a quantidade demandada de um bem diminui quando o seu preço aumenta. Graficamente, então, a demanda é quase sempre negativamente inclinada no plano preço e quantidade. As únicas duas exceções são os casos extremos de Demanda Perfeitamente Inelástica e Demanda Perfeitamente Elástica, quando uma variação qualquer no preço resulta, respectivamente, numa variação zero ou infinita da quantidade demandada.

  Função excesso de demanda

A função excesso de demanda mostra a quantidade de cada bem demandada além da sua dotação inicial.

Em uma economia com um número de consumidores igual a "I" e um número de bens igual a "L", seja

  • \varpi_i=\begin{bmatrix} \varpi_{i1} \\ \vdots  \\ \varpi_{iL} \end{bmatrix} um vetor dos L bens de um certo consumidor "i" (ou seja, sua dotação inicial).
  • x_i \left (p, p \cdot \varpi_i \right )=\begin{bmatrix} x_{i1} \\ \vdots  \\ x_{iL} \end{bmatrix} é a função demanda walrasiana deste mesmo "i"
  • p=\begin{bmatrix} p_{1} \\ \vdots  \\ p_{L} \end{bmatrix} um vetor dos preços dos L bens da economia.

A função excesso de demanda "z" de um consumidor "i", chamada de zi, depende dos preços dos L bens de um mercado e definida da seguinte maneira[1]:

Z_i \left ( p \right )= x_i \left (p, p*\varpi_i \right ) -\varpi_i

Ou seja,

Z_i \left ( p \right )= \begin{bmatrix} x_{i1} \\ \vdots  \\ x_{iL} \end{bmatrix} -\begin{bmatrix} \varpi_{i1} \\ \vdots  \\ \varpi_{iL} \end{bmatrix}=\begin{bmatrix} z_{i1} \\ \vdots  \\ z_{iL} \end{bmatrix}

Por exemplo, numa economia hipotética com apenas 2 tipos de bens (L=2), banana e maçã, se o consumidor "i" dispõe inicialmente apenas de 1 banana e 1 maçã mas demandou apenas 2 bananas, sua função excesso de demanda será \begin{bmatrix} z_{i1} \\ z_{i2} \end{bmatrix}=\begin{bmatrix} 2-1 \\ 0-1 \end{bmatrix}=\begin{bmatrix} 1 \\ -1 \end{bmatrix}. Note neste exemplo que a função excesso de demanda pode assumir valores negativos em um ou mais elementos do vetor. Quando isso acontece, não houve excesso de demanda, e sim "falta": o consumidor tinha o bem mas não o demandou (consumiu).

No agregado da economia, podemos definir a função excesso de demanda agregada, da seguinte maneira [2]:

z \left ( p \right )= \sum_{i=1}^{I} Z_i \left ( p \right )= \sum_{i=1}^{I} x_i \left (p, p*\varpi_i \right ) -
\sum_{i=1}^{I} \varpi_i

O domínio desta função é o conjunto dos vetores de preços não-negativos.

  Propriedades

Pode-se provar que, se

  • o conjunto de alternativas X disponíveis a cada consumidor "i", Xi, estiver contido no quadrante positivo: X_i \sub \mathbb{R}_+^L
  • as preferências de cada consumidor forem contínuas, estritamente convexas e fortemente monótonas
  • a dotação inicial de cada consumidor \varpi_i for estritamente positiva, ou seja, \varpi_i \gg 0

Então, a função excesso de demanda agregada z \left ( p \right ) terá as seguintes propriedades[3]:

  • z \left ( p \right ) é uma função contínua
  • z \left ( p \right ) é homogênea de grau zero
  • p \cdot z \left ( p \right )=0 \forall p (lei de Walras)
  • Existe um número s tal que z_l \left (p \right ) >-s para cada bem "l" e para todo vetor "p".
  • Se a sequência pn converge para um certo vetor "p" que tenha pelos menos um elemento diferente de zero mas algum elemento igual a zero, então algum elemento (o valor máximo) do vetor/função z \left ( p^n \right ) converge para o infinito. Em linguagem matemática, isso significa que:
p^n \rightarrow p \Rrightarrow max \begin{bmatrix} z_1 \left ( p^n \right ) \\ \vdots  \\ z_L \left ( p^n \right ) \end{bmatrix} \rightarrow \infty

  Ver também

  Referências

  1. MAS-COLELL, Andreu; WHINSTON, Michael D., e GREEN, Jerry R. Microeconomic Theory. Oxford University Press, 1995. ISBN-13 978-0-19-507340-9. Seção 17.C, "Existence of Walrasian Equilibrium", p. 580
  2. MAS-COLELL, Andreu; WHINSTON, Michael D., e GREEN, Jerry R. Microeconomic Theory. Oxford University Press, 1995. ISBN-13 978-0-19-507340-9. Seção 17.C, "Existence of Walrasian Equilibrium", p. 581
  3. MAS-COLELL, Andreu; WHINSTON, Michael D., e GREEN, Jerry R. Microeconomic Theory. Oxford University Press, 1995. ISBN-13 978-0-19-507340-9. Seção 17.C, "Existence of Walrasian Equilibrium", p. 582

Função procura

Economia aplicada para gestores, cadernos IESF, de Álvaro Almeida

Ícone de esboço Este artigo sobre economia ou sobre um economista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


   
               

 

All translations of demanda


sensagent's content

  • definitions
  • synonyms
  • antonyms
  • encyclopedia

  • definiçaõ
  • sinónimo

Dictionary and translator for handheld

⇨ New : sensagent is now available on your handheld

   Advertising ▼

sensagent's office

Shortkey or widget. Free.

Windows Shortkey: sensagent. Free.

Vista Widget : sensagent. Free.

Webmaster Solution

Alexandria

A windows (pop-into) of information (full-content of Sensagent) triggered by double-clicking any word on your webpage. Give contextual explanation and translation from your sites !

Try here  or   get the code

SensagentBox

With a SensagentBox, visitors to your site can access reliable information on over 5 million pages provided by Sensagent.com. Choose the design that fits your site.

Business solution

Improve your site content

Add new content to your site from Sensagent by XML.

Crawl products or adds

Get XML access to reach the best products.

Index images and define metadata

Get XML access to fix the meaning of your metadata.


Please, email us to describe your idea.

WordGame

The English word games are:
○   Anagrams
○   Wildcard, crossword
○   Lettris
○   Boggle.

Lettris

Lettris is a curious tetris-clone game where all the bricks have the same square shape but different content. Each square carries a letter. To make squares disappear and save space for other squares you have to assemble English words (left, right, up, down) from the falling squares.

boggle

Boggle gives you 3 minutes to find as many words (3 letters or more) as you can in a grid of 16 letters. You can also try the grid of 16 letters. Letters must be adjacent and longer words score better. See if you can get into the grid Hall of Fame !

English dictionary
Main references

Most English definitions are provided by WordNet .
English thesaurus is mainly derived from The Integral Dictionary (TID).
English Encyclopedia is licensed by Wikipedia (GNU).

Copyrights

The wordgames anagrams, crossword, Lettris and Boggle are provided by Memodata.
The web service Alexandria is granted from Memodata for the Ebay search.
The SensagentBox are offered by sensAgent.

Translation

Change the target language to find translations.
Tips: browse the semantic fields (see From ideas to words) in two languages to learn more.

last searches on the dictionary :

3851 online visitors

computed in 0.140s

   Advertising ▼

I would like to report:
section :
a spelling or a grammatical mistake
an offensive content(racist, pornographic, injurious, etc.)
a copyright violation
an error
a missing statement
other
please precise:

Advertize

Partnership

Company informations

My account

login

registration

   Advertising ▼